Clothes Up

segunda-feira, 18 de junho de 2018

Como Costumo Editar As Minhas Fotos

17:00 0
Como Costumo Editar As Minhas Fotos
Está muito na moda editar as fotografias antes de as publicar no Instagram. Querem saber como o faço?

Editar

Eu já vos que uso o Airbrush e até já fiz uma comparação entre o Airbrush e o Facetune, mas, agora que tenho editado muito mais as minhas imagens, decidi partilhar com vocês alguns dos meus truques!!

Como é que vamos fazer isto? Vou mostrar a imagem antes da edição e, ao lado, a imagem do depois. Na descrição de cada edição, vou dizer que apps utilizei e como.


EditarEditar

Esta imagem tem relativamente pouca edição. Para esta edição usei o Airbrush e o que fiz foi branquear as calças e o livro (também passei pela camisola) e depois usei a ferramenta de detalhes para puxar pelos pormenores do livro e das calças. Para ficar tudo mais harmonioso no Instagram, "estiquei" um bocadinho a cama até tapar todo o canto da imagem.

EditarEditar

Esta foto teve mais que uma aplicação envolvida na sua edição! Primeiro comecei por usar o Lightroom para dar mais vida aos laranjas, pôr os brancos mais brancos e os pretos mais pretos. Obviamente, também dá para perceber que mexi ligeiramente nos contrastes e nos highlights!
Depois usei o Airbrush para branquear mais o pijama, os chinelas e a parede. Como neste processo, as pintinhas do pijama desapareceram, usei a ferramenta de detalhes para puxar por eles.
Nesta altura não usava muito o Facetune, mas arrisquei usar para apagar os bonecos das meias.


EditarEditar

Esta foto começou por ser editada no Airbrush, mas rapidamente passei para o Facetune. Como sempre branqueei tudo o que é branco e dei mais ênfase aos detalhes tanto na capa do livro como no pijama. Ainda no pijama, "apaguei" aquela parte cor de rosa, que é suposto ser um desenho mas que não se via bem.
Com a ferramenta "Tons" devolvi o azul e o laranja à almofada e ao lençol!


EditarEditar

Quando ainda andava só a usar Airbrush, editei esta imagem. Como sempre, branqueei a parede, porque gosto de ver tudo bem branquinho. Depois corrigi o ângulo das costas, pois pareciam muito largas, "apaguei" aquele pedaço estranho de cabelo que sai do coque e aumentei-o para ficar um penteado mais harmonioso.
Para que a cara tivesse algum destaque, usei a ferramenta de "Skin tones" e iluminei a pele. Aproveitei também esta ferramenta para escurecer a camisola.


EditarEditar

Escusado será dizer que peguei no Airbrush para branquear a parede e eliminar o prego que está acima do meu braço. Dei um ligeiro jeitinho ao rabo, aumentando de forma ligeira e disfarçando os vincos das calças. Aproveitei e fiz o mesmo no top!
Depois fui ao Lightroom brincar com as luzes e com os contrastes para melhorar as cores e deixá-las mais parecidas com a realidade!


EditarEditar

Apesar de não haver muita edição, quando se olha à primeira vista, a verdade é que o Facetune me ajudou bastante! Comecei por usar a ferramenta "remendar" para corrigir os pedaços de parede onde a tinta saiu e, em algumas zona, até usei os "tons" para tornar isso mais natural.
Como a mesma ferramenta de remendo, "eliminei" a dobra do macacão na zona do peito.
Depois foi só branquear os dentes e mudar a cor do chão. Para isso, coloquei um filtro B&W na foto toda e apaguei-o de todo o lado, menos de onde queria que ficasse cinzento!


EditarEditar

Quando vesti esta roupa, pensei logo que queria uma fotografia que mostrasse todos os seus detalhes. Ao mesmo tempo, queria algo que me desafiasse em termos de edição, de propósito para este post. Com isso em mente, tirei a fotografia na casa de banho, sem me preocupar minimamente com o que tinha atrás de mim.
Entrei no Facetune e comecei pelo mais simples, dar detalhe às linhas nas calças e aos atilhos da camisola. Aproveitei para fazer o mesmo no cabelo e na cara, o que a deixou mais focada. A parte difícil era apagar os elementos que estavam a mais. Comecei lentamente e apaguei as linhas das juntas dos azulejos. Depois aumentei a ferramenta de "remendar" para apagar o secador todo de uma vez. Fiz o mesmo para a toalha, apesar de ter sido mais difícil porque estava muito próxima do braço.

Agora um desafio:


Editar

Tendo em conta tudo o que vos mostrei, conseguem dizer-me como editei esta fotografia?


sexta-feira, 15 de junho de 2018

Same Stuff, Different Price #66 | Vestido Midi Floral

17:00 2
Same Stuff, Different Price #66 | Vestido Midi Floral
O verão está a chegar e pede "Same Stuff" de vestidos...
Para não mostrar algo muito básico (que foi o que mais vi nos sites que visitei), optei por escolher um vestido com uma cor diferente e, ainda por cima, com padrão!

Same

Como é natural, os vestidos não são exactamente iguais, mas têm todos a mesma ideia e a mesma estrutura por trás!

Se, por acaso, eu fosse comprar algum, seria o da Bershka. E vocês?

terça-feira, 12 de junho de 2018

Cirurgia Ocular | Preparação, Preço E Pós-Operatório

17:00 4
Cirurgia Ocular | Preparação, Preço E Pós-Operatório
Para quem não sabe fiz recentemente uma cirurgia ocular e este post é sobre isso mesmo!

Cirurgia

Desde que me lembro que tenho estrabismo. Nasci dita "normal", mas devido a um caso de
negligência médica, o nervo que une os meus dois olhos encolheu, deixando-me com os olhos tortos!

Comecei a usar óculos com 3 meses. Andei com uns autocolantes nos interiores das lentes (perto do nariz) para obrigar os olhos a afastarem-se e a irem para a posição normal. Andei meses com os olhos tapados e nada resultava. Fui operada e voltou tudo ao mesmo... Fui operada uma segunda vez e, mais uma vez, voltou tudo ao que era.

Cirurgia

Com 14 anos comecei a pensar em ser operada novamente e consultei um médico que me disse que as operações não tiveram sucesso porque eu crescia e o enxerto não acompanhava o crescimento. O ideal era esquecer a ideia naquela altura e voltar a pensar em operações aos olhos quando parasse de crescer. O médico até me disse que, no meu caso, havia de ser entre os 21 e os 23 anos.

No início deste ano, como estava desempregada, pensei que seria uma boa altura para avançar. Tinha andado a juntar dinheiro e já tinha passado a idade sugerida pelo médico.

Fui às Torres de Lisboa, ao Instituto de Microcirurgia Ocular, onde tinha ido com 14 anos e falei com o mesmo médico. Decidimos avançar. Era só fazer uns exames e marcar a data...

Preparação

Fiz os exames que eram precisos e a médica que os analisou ficou muito espantada com os resultados. Por norma, quem é estrábico vê com um olho de cada vez e consegue "trocar de olho" (quase como escolher com que olho quer ver as coisas). É óbvio que existe um olho mais forte que é o que mais usamos para ver as coisas e um mais fraco que é o que entorta mais.
No meu caso, o meu olho mais forte e que eu mais usava para ver era o esquerdo, mas, mesmo assim, o esquerdo era o olho que eu mais entortava!

Cirurgia

Fiquei despachada dos exames logo na primeira semana de Fevereiro e pedi ao médico que me operasse o mais cedo possível. Por ele tudo bem, mas tinha de conseguir conjugar horários com uma médica assistente (que trabalha noutro sítio) e com o anestesista...
E não é que tive 2 meses sem saber de nada porque não conseguiam falar com a médica?

Sou sincera e digo-vos que me estava a passar. Continuava sem trabalho e não podia procurar porque o médico me disse que depois não ia poder usar o computador e estava a ver o tempo passar e passar. Sugeriram-me que fosse à Deco queixar-me, mas antes de ir decidi dizer isso ao Instituto. Dois dias depois marcaram a operação para a sexta feira a seguir!

Preço

Numa das consultas antes da operação perguntei logo o preço. Não me sabiam dizer ao certo!
Esta é uma operação por gastos em que se paga o que se gasta. Quanto mais material for preciso, mais cara fica a cirurgia.
Perguntei se não havia uma média de valores e disseram-me que podia rondar os 2 mil euros por olho, mas que, nem sempre, é preciso operar os dois olhos.
O pior é que como já tinha sido operada duas vezes, não se sabia como estava a situação por dentro e isso podia exigir mexer nos dois lados e usar mais material que a média.

Pós-Operatório

Cheguei lá às duas da tarde como me pediram. Ia cheinha de fome que nem vos conto!! Tinha acordado às 6.30 da manhã para comer porque depois tinha de ter mais de 6h de jejum...
Prepararam-me e tal e depois já só me lembro de acordar!
Cada operação é diferente e cada acordar também, mas como tinha entrado calma, acordei calma também!
Tinha os dois olhos tapados, mas tinha noção de que não os devia tentar abrir então isso não me custou nada!

Estava tão irritadiça que qualquer coisa me punha os nervos em franja. Tinha um senhor ao meu lado que falava que se desunhava e as enfermeiras ainda lhe davam mais corda... Eu só grunhia! Não tinha mesmo paciência!!
As enfermeiras foram lá e disseram que me iam destapar um dos olhos para eu poder ver qualquer coisa em casa, apesar do médico dizer que nos adultos não costuma fazê-lo no próprio dia!

Depois de umas duas horas no recobro, lá me destaparam o olho e pude ir para a minha sala, para perto da minha mãe e do Diogo. Deram-me um sumo e umas bolachas e veio tudo fora. Estava tão mal disposta que até tive de levar uma injecção qualquer para ver se os enjoos passavam.
Mais tarde fiquei a saber que não foi preciso fazerem novo enxerto, bastou "descolar" o enxerto anterior que tinha aderido ao olho e, por isso, é que estava curto.

Fui para casa e no dia seguinte voltei lá para destapar o outro olho. O médico deu-me três pingos diferentes para usar ao longo do dia e uma pomada para antes de dormir.
Para além dos medicamentos, tive duas semanas sem poder usar o telemóvel e um mês sem poder usar computador. A ideia era não focar nenhum objecto ao perto, pois isso aproxima os olhos.
Juntamente com estes cuidados, tinha uns exercícios para fazer para ajudar o olho direito a afastar-se do esquerdo.

Hoje, continuo com os exercícios e em vez de ter os 3 pingos já só tenho um. Já se nota uma melhoria, mas nunca vai ter um aspecto 100% perfeito. De qualquer das formas já tive uma melhoria de mais de 10 graus (e pode ainda melhorar mais até acabar a cicatrização).
O mais importante agora, é obrigar o meu cérebro a olhar para as coisas com o olho esquerdo, continuar com os exercícios e usar sempre os óculos. Assim o aspecto fica como podem ver abaixo:

Cirurgia

A meio de Julho vou a uma nova consulta e espero conseguir afastar ligeiramente mais o olho direito.
Acho que já consegui que não houvesse aderência desta vez, por isso já estou satisfeita!!

Para muitas pessoas pode não ser uma diferença muito grande, ou pode até nem se notar nada, mas acreditem que se nota. Ora reparem nestas fotografias!

CirurgiaCirurgia

Vocês já passaram por alguma situação semelhante? Contem tudo nos comentários!






sábado, 9 de junho de 2018

A Moda Da Floating Crease

17:00 3
A Moda Da Floating Crease
Na maquilhagem também há modas, e esta é a moda da "floating crease"!

No que toca a maquilhagem de olhos, já todas nós ouvimos falar na "crease", seja quando estamos a definir o côncavo, quando estamos a usar sombras de transição, ou mesmo quando queremos uma "cut crease". Mas, afinal, o que é isto da floating crease?

Moda

Assim, de forma bem resumida, é quando temos um elemento gráfico na zona do côncavo, sem um elemento de continuidade para o resto do olho, a dar um efeito de flutuante.

A ideia é inspirarmo-nos na Twiggy e fazermos uma "cut crease" leve e suave, sem precisar de grandes sombras... E a melhor parte de tudo? Não precisamos de nos focar em grandes blends de sombras.
Podemos criar estes côncavos flutuantes com sombras ou mesmo só com eyeliner!

Vejam alguns exemplos e inspirem-se!

Moda

Moda

Moda

Usavam este tipo de maquilhagem?
Parece excelente para o verão (quando ele decidir chegar)!



quarta-feira, 6 de junho de 2018

Quando Eu Mudar De Casa #4 | LaRedoute & Zara Home

17:00 4
Quando Eu Mudar De Casa #4 | LaRedoute & Zara Home
Quando há promoções em lojas que parecem fora do nosso orçamento, há que aproveitar... mesmo que seja só para decorar a casa!

Eu, que sou fã de pechinchas, às vezes prefiro nem espreitar os sites de certas marcas, porque já sei que me vou apaixonar e não tenho dinheiro para isso... É por isso que, quando sei que a LaRedoute ou a Zara Home, por exemplo, estão com promoções, vou sempre espreitar!

Assim, escolhi 3 peças decorativas destas duas lojas, que não me importava nada de levar para a minha "futura casa nova"!



Os três primeiros artigos são da LaRedoute e os três da fila de baixo são Zara Home.
Pode não parecer nada de especial, mas são daquelas peças decorativas que me atraem!

Vocês também aproveitam as promoções para fazer certas mudanças por casa?